Terça-feira, 26 de Abril de 2005

MAIS SANTOS PARA A CARTEIRA DE ENCOMENDAS DO CARDEAL SARAIVA?

capt.sge.hnb97.160405232822.photo00.photo.default-365x280[1].jpg

Afastado das notícias, tento recuperar algumas das novas atrasadas, quando não perdidas. Leio, não sei onde, que o Vaticano recomendou aos funcionários católicos espanhóis dos Registos Civis que, invocando a objecção de consciência, se recusem a cumprir a lei aprovada que permite o casamento entre homossexuais. Com firmeza, e se necessário, pelo martírio da perda de emprego.

Com isto, a Igreja irá, estou certo, porque certo estou do sentido de obediência católica dos crentes nesta crença, coleccionar mais uns tantos santos na sua colecção, obrigando a um ciclo terrível de desgaste profissional ao bom do nosso Cardeal Saraiva – o sumo-sacerdote da burocracia dos processos de santificação. Com a novidade de ser feito um justo e adequado up-grade das categorias de santidade, agora alargada ao segmento dos desempregados – aqueles que, por amor ao Vaticano, desacatem as leis ímpias do demo Zapatero. O que alarga o conceito sacrificial da Santa Madre Igreja aos deserdados do campo trabalhista.

Se, até agora, santo ou santa não eram (disparate!) quem tinha salários em atraso, sofreu o assédio patronal para rescindir o posto de trabalho, foi penalizado pela militância sindical, sequer a escriturária despedida porque deu uma estalada no director que lhe apalpou o rabo, não sendo de ligar ao contratado a prazo não renovado porque se inscreveu no sindicato, menos ainda aqueles que queimaram noites em vigília para que o patrão não levasse as máquinas da empresa falida para outra aberta ali mesmo ao lado, excomungado devendo ser o que deu um tiro nos cornos porque – aos quarenta anos – lhe disseram que estava velho de utilidade profissional e tinha de dar lugar aos novos, agora, certo e seguro, teremos santificados os funcionários que se ofereçam em martírio à recusa na consagração contratual dos homo-casamentos em Espanha, na velha e eterna Espanha que herdou a abençoada cruzada franquista. Já não era sem tempo, digo, que a santidade se lembrasse de contemplar o mundo laboral.
Publicado por João Tunes às 00:23
Link do post | Comentar

j.tunes@sapo.pt


. 4 seguidores

Pesquisar neste blog

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Nas cavernas da arqueolog...

O eterno Rossellini.

Um esforço desamparado

Pelas entranhas pútridas ...

O hino

Sartre & Beauvoir, Beauvo...

Os últimos anos de Sartre...

Muito talento em obra pós...

Feminismo e livros

Viajando pela agonia do c...

Arquivos

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Junho 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Links:

blogs SAPO