Quarta-feira, 10 de Maio de 2006

SINDICALISMO E CANELAS

Uma interessante diatribe contra os Sindicatos e o Sindicalismo pode ser lida aqui. Com muita soda cáustica na ementa, mas dizendo evidências que muitas vezes, demasiadas vezes, se evitam dizer para não se tocar num suposto “pilar” do equilíbrio e bons costumes da vida democrática e social. Porque se entende como um bem que uma boa sociedade não passa sem o sindicalismo, como sendo uma espécie de “compensador” da brutalidade patronal. Assim, com os péssimos patrões que temos, não os querendo à solta nas malfeitorias de ganância, quase todos acabamos por aceitar que os sindicalistas lá vão fazendo a sua vida, as mais das vezes ao serviço do Comité Central, guarnecendo de “massas em luta” a agenda política necessária para alimentar a chama revolucionária. Ao fim e ao cabo, a existência e consagração da prática sindical, a mesma que permite o envelhecimento seguro das suas estruturas e quadros, não é social e politicamente aceite pelas suas virtualidades mas como uma “necessidade” de equilíbrio de contenção face à outra face da moeda laboral, julgada, muito justamente, como pouco recomendável. Sabendo todos que temos um péssimo e decrépito sindicalismo porque temos, à frente das empresas, poucos empresários e demasiados patrões reles, tão reles que, para os conter, se aceita que haja um grupo profissionalizado na simetria a morder-lhes as canelas de quando em vez.

Mas o que também dá para pensar, e conviria fazê-lo, se a ideia fosse não ficar na lamentação, é porque, além do “sindicalismo CGTP” zurzido e bem pelo Tiago Barbosa Ribeiro, a UGT é um corpo sem alma nem acção e porque alternativas de “novo sindicalismo”, limpo dos vícios do velho e gasto sindicalismo, não surgem e muito menos se afirmam. E demoramos tanto em sermos “nórdicos”. Por um equilíbrio de vício consolidado, alimentando-se como se vasos comunicantes fossem, "estes" patrões e "estes " sindicalistas?  Falemos então, também, da "nossa" cultura patronal. Ah, estamos a desviar-nos do tema. Percebi. Então, voltando à CGTP, o Tiago Barbosa Ribeiro já disse quase tudo. Stop, post esgotado.

Publicado por João Tunes às 12:41
Link do post | Comentar
1 comentário:
De luikki a 10 de Maio de 2006
os grandes prejudicados são os trabalhadores (activos ou desempregados)..
os grandes benificiados são o patronato e os governos!
e quem será que permanentemente patrocina o descrétido dos sindicatos?

Comentar post

j.tunes@sapo.pt


. 4 seguidores

Pesquisar neste blog

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Nas cavernas da arqueolog...

O eterno Rossellini.

Um esforço desamparado

Pelas entranhas pútridas ...

O hino

Sartre & Beauvoir, Beauvo...

Os últimos anos de Sartre...

Muito talento em obra pós...

Feminismo e livros

Viajando pela agonia do c...

Arquivos

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Junho 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Links:

blogs SAPO