Terça-feira, 7 de Agosto de 2007

DE CÁ PARA LÁ, DE LÁ PARA CÁ

001t0td8

 

Estou certo que

 

Abílio Fernandes, Alice Vieira, Álvaro Siza Vieira, António Avelãs Nunes, António Borges Coelho, António Modesto Navarro, Augusto Sobral, Aurélio Santos, Carlos do Carmo, Carlos Humberto Carvalho, Carmen Santos, Fausto Neves, Fernanda Lapa, Gastão Cruz, Guilherme da Fonseca, Hélder Costa, Heloísa Apolónia, Inês Fontinha, Irene Cruz, Isabel Allegro de Magalhães, Jerónimo de Sousa, João Goulão, Joaquim Benite, Jorge Palma, José António Gomes, José Barata Moura, José Casanova, José Ernesto Cartaxo, José Lopes de Almeida, José Luís Borges Coelho, José Morais e Castro, José Saramago, Luís Azevedo, Luís Varatojo, Manuel Carvalho da Silva, Manuel Freire, Manuel Gusmão, Manuel Louzã Henriques, Maria Catarina Baleizão Carmo, Mário Beja Santos, Mário Cláudio, Mário Nogueira, Miguel Urbano Rodrigues, Nuno Grande, Odete Santos, Óscar Lopes, Rita Lelo, Rogério Ribeiro, Urbano Tavares Rodrigues e Virgílio Domingues

 

indignados porque

 

Se em muitos planos vivemos hoje profundas inquietações na evolução do País, é na democracia social e económica, nas condições objectivas de vida dos trabalhadores e das populações, no desemprego, nos baixos salários, no trabalho precário, nas reformas e pensões de miséria, nas desigualdades sociais, na destruição de serviços públicos e do carácter universal do direito à saúde, ao ensino e à segurança social, que mais se faz sentir a degradação do regime democrático e que o colocam em perigo.”

"Situações essas que caminham a par e passo, com crescentes limitações aos direitos, liberdades e garantias dos cidadãos, em particular dos trabalhadores e activistas sindicais no exercício dos seus direitos constitucionais, entre os quais, o direito à greve."

"Direitos, liberdades e garantias dos cidadãos cujo exercício pleno se encontra cada vez mais vigiado e condicionado, quer nas muitas formas de organização e intervenção política e social, quer no acesso à informação, à cultura e à liberdade de expressão.”

 

lhes apeteceu subscrever um ainda mais indignado “abaixo-assinado” contra a ditadura cubana quando assistiram há dias a uma reportagem da RTP em Cuba e a uma pergunta da repórter ao chefe de um CDR (“Comité de Defesa da Revolução”), estruturas para-policiais que controlam a sociedade cubana, bairro a bairro, casa a casa, se eles, CDR, permitiam a co-habitação com dissidentes políticos, a resposta veio rápida:

 

“Claro que se eles estiverem sossegados, metidos em suas casas, nada lhes acontece. Até podem participar nas nossas reuniões. Não podem é dizer mal do regime e dos nossos dirigentes. Porque fazê-lo é um acto terrorista e como tal deve ser tratado.”

Publicado por João Tunes às 23:27
Link do post | Comentar
5 comentários:
De Rui P. Bebiano a 8 de Agosto de 2007
Já agora que tal um abaixo assinado a favor da "maior democracia do mundo"? É que por aqueles lados vive-se bem e não há problemas como em Portugal ou Cuba.

Image

( Foto roubada no mesmo blog do post seguinte: o das três mamocas )
De igrejavelha a 8 de Agosto de 2007
O tal membro do CDR de que se fala no têxto deve ser da mesma linhagem daquela senhora secretária de estado portuguesa que aconselhou a quem queira fazer comentários sobre o governo Sócrates para os fazer em casa, no recato.

Pior que um cego de nascença, só os que cegam depois.
De Francisco António a 8 de Agosto de 2007
Há cada um! O Igreja Velha esquece que, em Portugal, a tal Senhora viu o seu inquérito, proveniente da "bufaria" arquivado. Em Cuba, um gajo que chamasse "filho da puta" a Fidel ouvido que fosse pela "bufaria", teria a sua vida arquivada no cemitério. Há cada Igreja ainda mais cega que a do Vaticano.
De Anónimo a 9 de Agosto de 2007
Quem disse que o Governo tolera críticas desde que feitas em casa ou no café, não foi a directora da DREN, como sugere Francisco António, mas sim a secretária de estado da saúde, Carmen Pignatelli.

O sr. FA parece confundido e não é só com a troca das servas do governo.
De José Saramago de Umbria a 9 de Agosto de 2007
Em Cuba os dois comentários anteriores não eram possíveis. O do Sr. Francisco António porque não teria acesso à Net e o do Sr. Anónimo que o corrigiu porque certamente faria parte dos tristemente famosos CDR , que gosta mais de corrigir à porrada, à prisão e depois o pelotão de fuzilamento.
Pátria ou Morte Venceremos.
Vivam os CDR abaixo as Cármen .
Abaixo Sócrates Ditador
Viva Fidel Democrata, filho de um reaccionário galego

Comentar post

j.tunes@sapo.pt


. 4 seguidores

Pesquisar neste blog

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Nas cavernas da arqueolog...

O eterno Rossellini.

Um esforço desamparado

Pelas entranhas pútridas ...

O hino

Sartre & Beauvoir, Beauvo...

Os últimos anos de Sartre...

Muito talento em obra pós...

Feminismo e livros

Viajando pela agonia do c...

Arquivos

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Junho 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Links:

blogs SAPO