Terça-feira, 21 de Março de 2006

HURRA SÉRGIO!

Sérgio Ramos, o nosso mais cotado basquetebolista, depois de sete meses de paragem por uma gravíssima lesão num joelho, já está a postos para saltar rumo à sua eficácia defensiva e aos seus triplos de encanto estético, no seu novo clube da Liga ACB de Espanha (Club Baloncesto Fuenlabrada, Madrid), a mais competitiva das competições nacionais europeias. Sobre ele, lê-se no site da ACB:

 

“Sergio Ramos es un alero portugués con un gran talento ofensivo. Veloz y coordinado, se siente especialmente cómodo en las transiciones rápidas. En estático es un buen tirador desde media-larga distancia, aunque sus habilidades no se limitan a eso, sino que puede penetrar a base de fuerza y velocidad, buscando la suspensión desde media distancia o finalizar la acción con una entrada. Es un jugador fuerte, lo que le ayuda en defensa, aunque tiene algunos problemas con oponentes más rápidos. Se anticipa bien, buscando robos que le permitan iniciar un contraataque. Puede ayudar en el rebote, especialmente en el defensivo, gracias a sus condiciones físicas.”

 

Ticha e Sérgio, as nossas grandes estrelas no firmamento do basket internacional. Dois nomes grados do desporto português. A merecerem um intervalo na futebolofilia exclusivista para uma valente salva de palmas de carinho, orgulho e incentivo.

 

Publicado por João Tunes às 23:44
Link do post
De sá morais a 22 de Março de 2006
Amigo João, gostei do teu blog e vou colocá-lo na minha lista de link. OK? aparece por lá.

Sá Morais
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

j.tunes@sapo.pt


. 4 seguidores

Pesquisar neste blog

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Nas cavernas da arqueolog...

O eterno Rossellini.

Um esforço desamparado

Pelas entranhas pútridas ...

O hino

Sartre & Beauvoir, Beauvo...

Os últimos anos de Sartre...

Muito talento em obra pós...

Feminismo e livros

Viajando pela agonia do c...

Arquivos

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Junho 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Links:

blogs SAPO