Quarta-feira, 21 de Outubro de 2009

Rita jovem que lê pouco e só sabe o que lhe mandam saber

 

É possível obter-se uma licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais sem se saber que existiu o Gulag? É. Sobretudo se a licenciada cábula era funcionária do PCP antes de ser promovida a deputada da Nação.  
 
O factor ‘juventude’, porém, nem sempre chega para fazer brilhar a estrela da novidade. Sobretudo a partir do momento em que os ‘novos’ abrem a boca. Foi esse o caso da deputada Rita Rato, do PCP, em entrevista à revista ‘Domingo’, do CM, publicada na última edição. O que pensa a deputada dos campos de trabalho forçados na URSS, vulgo ‘Gulag’, em que morreram milhares de pessoas? "Não sou capaz de responder porque, em concreto, nunca estudei nem li nada sobre isso." Bom, mas a coisa foi bem documentada pela História, pergunta--se. "Por isso mesmo, admito que possa ter acontecido essa experiência...”. Aqui chegados, é melhor parar o baile. Falar de "experiência" quando se fala do ‘Gulag’ é a mais recente versão de negação histórica. A versão mais benévola seria pôr os ‘Gato Fedorento’ a perguntar ‘Gulag? Qual Gulag?’. A deputada, porém, não faz parte do elenco dos ‘Gato’ mas de um partido pouco dado a humor e em que este ‘desconhecimento’ da História seguramente a levará longe...

 

Publicado por João Tunes às 11:50
Link do post | Comentar
17 comentários:
De Rui Herbon a 21 de Outubro de 2009 às 12:31
Acho que ela, ao contrário do outro, duvida é da existência da própria Coreia do Norte.
De Baruq a 21 de Outubro de 2009 às 16:22
não foram milhares os que morreram nos GULAG soviéticos, mas sim dezenas de milhões.
De João a 22 de Outubro de 2009 às 14:05
Não, foram milhares. Ficou longe dos dois milhões.
De Baruq a 22 de Outubro de 2009 às 14:32
Pois, se calhar foram só 20 ou 23 sujeitos altamente perigosos, criminosos da pior espécie. Pois claro. Um bocadinho mais de informação nao fazia mal nenhum. Na china foi a mesma coisa durante a "Revolução Cultural" do tio Mao: morreram apenas uns 113, 150 no máximo, e a maioria por acidentes de trabalho nos campos onde prestavam serviço voluntário. Pois claro.
De João a 22 de Outubro de 2009 às 18:23
Não, também não foram 23. Os números oficiais pouco passam do milhão. Podemos deduzir que os números oficiais serão brandos e que terão sido mais, mas, se tivessem morrido "dezenas de milhões" tinham acabado com a população da União Soviética da altura... Estou só a defender o rigor histórico.
De JP Santos a 23 de Outubro de 2009 às 12:32
De acordo com Anne Applebaum "Gulag: a History" o número de pessoas que terão passado pelo Gulag andará perto dos 18 milhões e o número de mortos oficiais é de facto pouco superior a 1 milhão. Mas estas estimativas são consideradas grosseiramente subestimadas pois não inclui os mortos em "campos de trabalho" (onde as taxas de mortalidade) nem os que morreram depois de "libertados".
Diga-se, ainda, que o Gulag foi apenas um dos muitos crimes do regime estalinista que na chamada grande purga em meados da década de 30 terá sido responsável por mais de 600 mil mortos ou a grande fome da Ucrânia em resultado das "experiências" de colectivização que terá provocado pelo menos 3 milhões de mortos, embora alguns autores apontem para números superiores a 10 milhões.
De Filipe a 21 de Outubro de 2009 às 18:48
até já tenho pena. Esta legislatura apresenta tantas caras bonitas, e vai-se a ver... será que também dúvida do Holocausto? deve ter sido uma experiência, talvez, eu não sei que não vi...mas contaram-me
De Raoul de Joinville a 21 de Outubro de 2009 às 21:02
E eis que já se encontra disponível para atribuição o mais distinto galardão da actualidade: o Prémio Mario David…
De nuno granja a 21 de Outubro de 2009 às 23:18
Tivesse o PNR eleito um deputado que fizesse este tipo de comentários sobre o holocausto (experiência???) e com razão caia o Carmoe a Trindade.

Com esta gente (PCP) salvo meia duzia de vozes, passa em branco.


Incrivel.
De Cristina GS a 22 de Outubro de 2009 às 00:04
Que lástima!
De Zé do Telhado a 22 de Outubro de 2009 às 00:41
É provável que essa menina tenha tirado a sua licenciatura na UnI , onde só ia de vez em quando , e como tal, não aprendeu muito de facto.
Com gente desta no Parlamento, até onde pode chegar este país?
De Anonym a 22 de Outubro de 2009 às 01:03
deixa lá, pá...

É gira

É étnica

Isto vai...
De Nuno - Moscovo a 22 de Outubro de 2009 às 08:01
Que venha por aqui, talvez alguem que tenha vivido essa "experiencia" (parece um paradoxo) lhe explique... ou talvez nao. E ja agora, como bonus, ainda pode aprender um pouco tambem sobre o conceito de liberdade desses tempos, quem foi o "Felix de Ferro" por exemplo, ainda existe uma estatua e tudo. Se estiver interessada, obviamente.
De verdade pura e dura a 22 de Outubro de 2009 às 09:40
então vá ver quem é Sofia Cabral deputada pelo PS.... Círculo de Setúbal....

que miséria ....

Comentar post

j.tunes@sapo.pt


. 4 seguidores

Pesquisar neste blog

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Nas cavernas da arqueolog...

O eterno Rossellini.

Um esforço desamparado

Pelas entranhas pútridas ...

O hino

Sartre & Beauvoir, Beauvo...

Os últimos anos de Sartre...

Muito talento em obra pós...

Feminismo e livros

Viajando pela agonia do c...

Arquivos

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Junho 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Links:

blogs SAPO