Terça-feira, 10 de Outubro de 2006

UM ONTEM EXÓTICO

000fbsbr

Um punhado de centenas de quilómetros de asfalto dado de comer a quatro pneus para: um (excelente) almoço de peixe em Leça da Palmeira; uma tarde passada no areal quase deserto do Cabo do Mundo, sob “sol algarvio” (excepcional), a olhar o mar e os pescadores desportivos (banal e refrescante), em mistura com as letras (necessárias) do primeiro volume do livro de memórias de Almeida Santos e com um canto do olho entornado sobre a “Casa de Chá” (eterna) do Siza Vieira; finalmente, cruzar-me numa área de serviço da A1 com (o pior do) José Pacheco Pereira, porque calado e sem estar a escrever.

 

Claro que não subi do reduto da Mourama até o império da Invicta céltico-galega só por isto. Mas foi isto o mais impressivo. E não foi pouco. Deu sobretudo para reviver, raspando caruncho à máquina fotográfica de bolso, a visão, sobretudo em contra luz, do Cabo do Mundo onde gastei fios de tempo quando a vida me surgia como eterna. A namorar com a pressa sôfrega de quando se julga cada amor como sendo o último mas com a ameaça permanente de que estava prontinho para acabar. E, então, o Cabo do Mundo se já tinha o mar fundo e bravo pela frente e ainda ali se poisava sem uma refinaria de petróleo na ilharga. O mar lá continua sempre igual na diferença das marés rebeldes. A refinaria também, agora vista com os olhos da ternura nostálgica de quem deu um naco da vida de luta para que a ganância do Imobiliário não a derrote.

 

000fg09e

Publicado por João Tunes às 12:39
Link do post | Comentar
1 comentário:
De acidez a 11 de Outubro de 2006
Nostalgia, nostalgia. De outros passados tempos, do verão.
Maravilhosas fotos. E que belo texto!

Comentar post

j.tunes@sapo.pt


. 4 seguidores

Pesquisar neste blog

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Nas cavernas da arqueolog...

O eterno Rossellini.

Um esforço desamparado

Pelas entranhas pútridas ...

O hino

Sartre & Beauvoir, Beauvo...

Os últimos anos de Sartre...

Muito talento em obra pós...

Feminismo e livros

Viajando pela agonia do c...

Arquivos

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Junho 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Links:

blogs SAPO