Domingo, 27 de Fevereiro de 2005

PROPOSTA DE POSTURA MUNICIPAL

verdeces[1].jpg

1º) É proibido a qualquer cidadão, pobre ou rico, famoso ou anónimo, de cá ou de lá, dizer-se lisboeta, habitar a cidade de Lisboa ou nela circular, sem ter lido Cesário Verde.

2º) A todo o cidadão apanhado em Lisboa que invoque e faça prova de não conhecer o Livro de Cesário Verde, é-lhe entregue de imediato um exemplar do mesmo, com o respectivo custo a recair a expensas do orçamento da Polícia Municipal.

3º) A presente Postura é justificada por especiais medidas de segurança devidas aos perigos que advêm de alguém circular numa cidade sem a conhecer.
Publicado por João Tunes às 22:19
Link do post | Comentar
10 comentários:
De Werewolf a 3 de Março de 2005 às 08:58
desta vez estava a recomeçar a ler o que escrevi e tal como nas actas aqui vai a correcção. Na primeira linha onde se lê "teinava-mos" deve ler-se, entenda-se escrever-se, treinavamos. Parei por aí porque não quero ter mais alguma desagradável surpresa. Obrigado pela oportunidade de corrigirmos os nossos erros. Abraço João!
De Werewolf a 3 de Março de 2005 às 08:53
João este nosso diálogo, faz-me lembrar quando, nos bancos do liceu, treinava-mos silogismos na disciplina de filosofia. Mas concordo contigo. Maldito preconceito que o pessoal de Lisboa (ou que passou a ser lisboeta) tem em relação ao que pensam os do Porto sobre Lisboa. Porque um tal Pinto ou uma qualquer claque idiota se lembrou de dizer que queriam ver Lisboa a arder, passamos todos a ser culpados e cúmplices desse pecado original. Além do Nero (que quiz ver Roma a arder) só o Hitler queria também ver uma cidade a arder, Paris. Abraço meu amigo.
De Joo a 2 de Março de 2005 às 14:52
Isso mesmo, caro Werewolf, boa dedução: Cesário é o poeta de Lisboa, Lisboa é uma cidade universal, Cesário é um poeta universal. Abraço.
De Werewolf a 2 de Março de 2005 às 09:49
João! João! Mas que história é essa de Lisboa a arder? Quem é que está a generalizar? Cesário pode ser o poeta de Lisboa, mas a sua poesia é universal. Ou não?
De Joo a 1 de Março de 2005 às 12:43
Bem aparecida, querida Guidinha! Beijo grande.
De Guida Alves a 28 de Fevereiro de 2005 às 23:17
Muito a propósito, esta "postura municipal"...
Mas prefiro falar da nova casinha: gosto, é confortável, com sol que baste, aconchegada, a gente sente-se bem aqui! 'tá visto que irei passar mais tempo por cá. Beijinho.
De Joo a 28 de Fevereiro de 2005 às 15:54
Ora aqui está uma tripeira (a minha querida th) que canta bem Cesário! Beijo amigo.
De Joo a 28 de Fevereiro de 2005 às 15:53
Perdão, caro Werewolf, mas não generalizes o Cesário. Porque a generalização é sempre banalização. Em Lisboa merece-se pouco mas Cesário é esta cidade. A poesia é universal mas Cesário é Lisboa. E fiquem certos: quando conseguirem ver Lisboa a arder, sonho dragão antigo, arde Lisboa e arde Cesário. Abraço.
De th a 28 de Fevereiro de 2005 às 13:15
...Triste cidade! Eu temo que me avives
Uma paixão defunta! Aos lampiões distantes,
Enlutam-me, alvejando, as tuas elegantes
Curvadas a sorrir às montras dos ourives.
...............th
De Werewolf a 27 de Fevereiro de 2005 às 22:48
Alargo essa postura a todas as localidades do país. Aproveito a sugestão e vou reler, tão depressa quanto possível, o Livro de Cesário Verde. Um poeta contra a corrente.
Abraço.

Comentar post

liuxiaobo.jpg

j.tunes@sapo.pt


João Tunes

Pesquisar neste blog

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Nas cavernas da arqueolog...

O eterno Rossellini.

Um esforço desamparado

Pelas entranhas pútridas ...

O hino

Sartre & Beauvoir, Beauvo...

Os últimos anos de Sartre...

Muito talento em obra pós...

Feminismo e livros

Viajando pela agonia do c...

Arquivos

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Junho 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Links:

blogs SAPO