Segunda-feira, 29 de Novembro de 2004

CUBA

_40575071_041128cuba203a[1].jpg

Boas notícias chegam de Cuba. Nos últimos dias, vários presos políticos foram transferidos para Havana. Segundo notícias, seis dos setenta e cinco dissidentes presos por delito de opinião (alguns condenados a vinte e cinco anos de prisão) já foram postos em liberdade condicional. Há confiança que, cedendo às pressões vindas de todo o mundo, o regime castrista liberte mais alguns, incluindo o mais conhecido, o jornalista e poeta Raúl Rivero.

Não se pode dar descanso aos carcereiros das opiniões.
Publicado por João Tunes às 18:14
Link do post | Comentar
4 comentários:
De myke67 a 30 de Novembro de 2004 às 17:05
será que é mesmo verdade? o HOMEM foi mesmo libertado? eu quero e desejo que a noticia seja verdadeira.mas... com o tipo das barbas nunca se sabe.bem haja sr. agua lisa.um abraço myke67
De Guedes a 30 de Novembro de 2004 às 15:22
Já está! O Rivero foi libertado! Agora vamos ver como ficam as coisas. Aprendi a desconfiar destas «esmolas» grandiosas... Quem é pobre sempre desconfia!
Não deixa, contudo, de ser uma boa notícia.
Ao ouvir a notícia, na TSF, lembrei-me imediatamente de ti (perdoa-me o tratamento), do teu blog e do teu esforço na divulgação da situação em que se encontrava o poeta e jornalista!
De ZS-TRS a 30 de Novembro de 2004 às 13:57
Pelas últimas noticias que vão chegando de Cuba vejo com grande apreensão, que o social-FASCISTA,
o grande DITADOR fidel castro, não incluiu na suposta amnistia o mártir cubano, grande jornalista e escritor Raúl Rivero.
Raúl Rivero morrerá um dia, e será sempre lembrado como pessoa de bem, amante da liberdade.
fidel castro morrerá um dia, e será sempre lembrado como um assassino do seu povo.
De IO a 29 de Novembro de 2004 às 22:30
Bom, de saber!! Vou já fazer côro contigo no 'chuinga'!!

Comentar post

liuxiaobo.jpg

j.tunes@sapo.pt


João Tunes

Pesquisar neste blog

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Nas cavernas da arqueolog...

O eterno Rossellini.

Um esforço desamparado

Pelas entranhas pútridas ...

O hino

Sartre & Beauvoir, Beauvo...

Os últimos anos de Sartre...

Muito talento em obra pós...

Feminismo e livros

Viajando pela agonia do c...

Arquivos

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Junho 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Links:

blogs SAPO