Sexta-feira, 7 de Janeiro de 2005

QUE TRIO!

trio.jpg

Há coisas que só vistas. E, quando revistas, não se querem acreditar. Porque impensáveis. Esfrego os olhos, eles ardem do esfreganço e dão ordem de parar. Passo ao arregalar, batem nas lentes e voltam atrás. Porque o espanto é mais que muito. Demais. Mas nada a fazer. Este é um país pequeno, do tamanho da concha da mão. Cheio de mediocridade com gente grande por dentro. Sem vez nem hora de se notarem. Salvando-nos as excepções.

Dou a volta pelo ciber-mundo, que eu imagino do tamanho do mundo mas isso é apenas ilusão. Esta treta ainda é uma aldeia da cidade que será. Procuro Celebridades, no fastio de navegar a pesquisar, e aparece-me, logo a abrir, este Trio Magnífico (os de primeiro plano, mais a vermelhusca na espreita ao fundo).

Olha que três! Conhecidos de gingeira. Gostados com a verdade do gostar. Uma, a da ribalta de pose, já disse, é três quartos irmã minha (só falta o quarto da irrelevância do sangue misturado). O de babette à pastor anglicano foi (e continua a ser) uma referência de toda uma vida profissional partilhada em lutas e em sonhos por empresas humanas e não desiste de ser um poeta da imagem e do sentir solidário. A do fundo (e quantas vezes no fundo se encolhe a grandeza disfarçada?), aturou-me no alinhanço do espeto de palavras, eu como director (!) de um jornal com um nome cretino (Força Unitária) - o sindicalista das grandes orientações (e grandes desvios, diga-se) – e ela como chefe de redacção (e a equipa acabava aqui), contando lutas, apelando a lutas e tentando refrescar ideias, ela agora usando pseudónimo igual a nome de cantora, a plantar, quando calha, lindos textos no blogue do esposo.

Pois todos andam ao bloganço. Todos por aí (aqui), com as suas artes que não procuram disfarçar manhas por míngua delas. Gente de palavra fácil e enfeitada e coluna direita. Mas que eram célebres, confesso que não o sabia. Nem pela ideia mais ténue isso me passaria. Antes assim. É tempo de meus amigos admirados chegarem-se à frente, nos seus plantios de sensibilidade dos sentires. Para deprimir, chega o que chega. Deduzo que a foto caçada se refira a lançamento dos novos e futuros deputados. Se assim for, digam por onde correm que eu já confessei ser cidadão de voto irrequieto. E sou muito mais fiel aos amigos que aos partidos.

Recolho-me à minha modesta função de adesivo na mistura com tamanhas celebridades. O palco é todo vosso. Permitam-me só que, aqui da galeria, vos envie, neste início de ano, dois beijos e um abraço. E, já agora, dão-me autógrafo na saída da performance? Obrigado.
Publicado por João Tunes às 16:43
Link do post | Comentar
3 comentários:
De Joo a 8 de Janeiro de 2005 às 17:29
Abraço Victor, as melhoras rápidas estimada Ana.
De Ana a 8 de Janeiro de 2005 às 16:29
Ohhh... acabei de ler
Desculpa o breve comentário (Estou em casa, bastante doente, com – vejam_me bem esta!!! - ...uma bronco-pneumonia!!!!... por certo pela passeata no frio nocturno, pelo fim do Ano, em cima de um constipanço)
Beijinhos aqui ao meu amigo João Tunes, extensivos ao ViKtor e à Guida.
Até breve... (Recolho-me à cama e á acção dos antibióticos)
De Vicktor a 7 de Janeiro de 2005 às 18:25
Querido Amigo João. Sou teu assíduo leitor e sempre me sinto encantado com os teus textos e a forma tão bela como os escreves. Na maioria das vezes não comento pois para tal não sinto capacidade. Sou adepto do comentar para enriquecer e os teus textos tem valor acima das minhas modestas capacidades. Então leio, delicio-me e aprendo. Não resisti agora em deixar algo por aqui escrito, por te teres referido a esta aldeia tão pequenina que é o nosso espaço. Sabes que com a Ana e o Victor (o esposo do blogue) tivémos uma empatia instantânea quando chegámos em simultâneo ao encontro político para tratarmos da nossa lista de deputados? Tenho a certeza que irás a partir de agora votar na nossa lista pois já declaraste ser o nosso "cabeça de lista" a tua preferência para Presidente. Somos comedidos em gastos, não vamos sacrificar o Povo com novos impostos, vamos encher este mundo de belas imagens, de sabores e odores, de afecto e de solidariedade. Esperamos ter-te presente com os teus saberes e sentires na II Convenção... da Paparoca, lá pelas terras da Infanta Planura. Um abraço amigo.

Comentar post

liuxiaobo.jpg

j.tunes@sapo.pt


. 4 seguidores

João Tunes

Pesquisar neste blog

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Nas cavernas da arqueolog...

O eterno Rossellini.

Um esforço desamparado

Pelas entranhas pútridas ...

O hino

Sartre & Beauvoir, Beauvo...

Os últimos anos de Sartre...

Muito talento em obra pós...

Feminismo e livros

Viajando pela agonia do c...

Arquivos

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Junho 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Links:

blogs SAPO