Terça-feira, 4 de Dezembro de 2007

FALA DO ALENTEJANO QUE SEMEIA INVEJAS

0027k8pt

 

Como é fácil entender, invejando, o Jorge Rosmaninho:

 

Moçambique tem um problema: desequilibra quem ama o cheiro da terra e o sorriso das gentes. A mim, tira-me do sério, apaga-me a capacidade de raciocinar de forma imparcial e deixa-me doente até ao regresso seguinte. Passar por aqui é viver embriagado. Não de álcool, mas de natureza, pessoas e panelas. De cores fortes, sons agudos, sabores picantes e cheiros inesquecíveis que se entranham nas narinas para sempre.

(…)

Regressar dá-me o prazer infantil de uma criança, perante a descoberta de um brinquedo amado, perdido na tralha do sótão. E por isso os próximos dias serão de brincadeira absoluta. Não me vou preocupar em escrever coisas bonitas. Ficarei pelos lugares-comuns que para além desses só Knopfli, Craveirinha e mais dois ou três conseguiram ir. Moçambique não se aprende nem apreende em palavras e/ou imagens. Vive-se e sente-se de forma simples, com poucos adjectivos, que o que é perfeito não precisa ser acrescentado.

 

Publicado por João Tunes às 11:54
Link do post | Comentar
2 comentários:
De marcelo ribeiro a 5 de Dezembro de 2007 às 08:33
Moçambique é uma doença que se pega como a malária e nunca mais nos sai do corpo. Não é mortal, só dói quando estamos longe.
quando estamos perto dói de outra maneira. Nem se acredita que os homens semearam as chanas de minas, deportaram gentes felizes e inocentes para sítios impossíveis, e depois vieram dizer que a culpa não era deles...
De Meg a 8 de Dezembro de 2007 às 21:53

Moçambique? Quem fala de Moçambique?
Mal que se entranha para sempre.
Confirmo, claro, que dói. Dói imenso, porque ´quem não conheceu, não faz a mínima ideia do que eram aquelas terras, onde nunca ouvi falar de fome e de tanta outra coisa!

Peço desculpa pela intromissão, mas foi mais forte que eu...do Cãocompulgas vim cá parar...

Cumps

Comentar post

liuxiaobo.jpg

j.tunes@sapo.pt


João Tunes

Pesquisar neste blog

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Nas cavernas da arqueolog...

O eterno Rossellini.

Um esforço desamparado

Pelas entranhas pútridas ...

O hino

Sartre & Beauvoir, Beauvo...

Os últimos anos de Sartre...

Muito talento em obra pós...

Feminismo e livros

Viajando pela agonia do c...

Arquivos

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Junho 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Links:

blogs SAPO