Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2010

O soba quer dar cabo do turismo na ilha desafortunada?

 

Jardim fala em cenário «pior que um bombardeamento».

 

Publicado por João Tunes às 00:26
Link do post | Comentar
Terça-feira, 23 de Fevereiro de 2010

Rocco e seus irmãos (tantos fomos e ainda somos alguns)

 

Rui Bebiano, sem o imaginar, tocou campainhas numa minha velha ternura cinéfila, a que guardo mais exarcebada para com um dos melodramas mais humanos que o cinema deu ao mundo, o “Rocco i suoi fratelli” (1960), assinado pelo Mestre Luchino Visconti (a versão que foi projectada então no Portugal fascista, teve cortes da censura que liquidaram muitas centenas de metros de película). E que, sem o ver, pouco se pode entender da dialéctica entre norte e sul de Itália (extensível, nas calmas, a uma outra mais vasta e mais diluída entre norte e sul da Europa). No fotograma assinalado por Rui Bebiano e aqui copiado, o irmão mais novo de Rocco acaricia a capa de um jornal desportivo onde está estampado o rosto do mano Rocco, então a afirmar-se no mundo do boxe de quinta categoria, o dos deserdados à procura da sobrevivência, remetendo para a idolatria projectiva típica da infância. Quanto ao rosto acariciado, ele é latino mas não italiano (Visconti sempre inventou grandes actores, independentemente das origens e dos talentos originais), pertencendo ao francês Alain Delon. Pelo recuo gostoso, obrigado Rui Bebiano. Tanto mais que nos recorda como se via cinema em Portugal nos idos anteriores a 1974: entre os fotogramas vistos, tirava-se o sentido dos fotogramas interditos segundo o critério de coronéis reformados munidos de tesouras para que os cérebros dos cidadãos não se descentrassem da formatação mãe daquele fascismo clerical e que em alguns sábados ainda agora sai às ruas: deus, pátria, autoridade, família e procriação.
Publicado por João Tunes às 22:54
Link do post | Comentar | Ver comentários (4)

Sociologia via bola

 

Vim há poucas horas de um estádio de futebol onde se realizou um evento desportivo que contou com mais de 30.000 espectadores. Iniciado às 5 da tarde de dia de semana. O que confirma que este país está bem (demasiado) lotado de patrões, reformados, desempregados, estudantes, funcionários públicos e trabalhadores em regime de turnos.

 

Publicado por João Tunes às 22:05
Link do post | Comentar | Ver comentários (8)

O crime do padre Samuel

 

Para que serve o dinheiro recolhido pelas congregações e confrarias da Semana Santa tão difundidas em Espanha? Sobretudo para desfiles de encapuçados e carrego mortificante de andores múltiplos e pesadíssimos, repartindo castigos colectivos espalhados pelos séculos devido ao martírio de Cristo. Já assisti a alguns e tropecei em ainda mais nos acasos em que me deu para passear por Espanha durante a Semana Santa. Esta é sempre uma semana sombria e masoquista em Espanha, um resquício poderoso e partilhado desde quando a Igreja, com Franco, ressuscitando as marchas do Santo Ofício, se transformou numa espécie de Ku-Klux-Kan de Estado-Altar e que a “transição” não beliscou. Para alegria de recomposição de muitos hoteleiros portugueses, muitos são os espanhóis que, aproveitam as férias fartas da Semana Santa no seu país, invadem Portugal, trocando uma escapadela a preços módicos pela mortificação dos seus patrícios que lavam pecados anuais com desfiles de encapuçados.
 
O pároco Samuel Martín Martín, com 27 anos de idade e subordinado do Arcebispo de Toledo, provavelmente um indeciso impotente entre o apelo mórbido do sofrimento das congregações e confrarias e o de rumar a Sesimbra ou Algarve, preguiçando no sol, mar e peixe fresco grelhado, deu-lhe para o erotismo escapista de voyeur, o alimento dos masturbatórios clandestinos, por opção ou condição. E vai daí, foi-se à caixa das congregações e confrarias da Semana Santa e esbanjou 17.000 euros em ligações a linhas telefónicas eróticas e páginas pornográficas da Internet. Digamos que, pelo valor do gasto, foi um fartote para consolar a líbido reprimida do jovem cura. Que, por efeito de colapso de tesouraria, vai ser pago em falhas de carapuços e andores, num desvio contabilístico de mortificação para gozo erótico de um padre em apuros sexuais com carácter de urgência (quase me apetecia citar Daniel Filipe, mas nem tanto ao mar nem tanto á terra). Quem não esteve pelos ajustes foi Braulio Rodríguez, o Arcebispo de Toledo, expedito a punir o pároco voyeur com inibição do exercício do seu ministério sacerdotal, paroquial e educativo. Para o Arcebispo, os carapuços, os desfiles e os andores mortificantes são mais valiosos e neutralizadores que a descarga da líbido espartilhada nas sotainas. E manda quem pode.
 
(notícia aquí)   

 

Publicado por João Tunes às 15:18
Link do post | Comentar | Ver comentários (2)
Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2010

em directo pela tv

 

Hoje, deu-me para o lado masoque: assistir a uma entrevista que metia um entrevistador que não gramo com um político com que tão pouco engraço. Enfiado nestes preparos, eu alinhei porque confiava que as antipatias prévias e distribuídas equitativamente me iam dar um ponto de observação próximo do imparcial. O desfecho foi aterrador: o tipo que nos governa é o mais perigoso dos tipos, compulsivo na defesa do segredo que defenda, de igual modo, a verdade e a mentira, as dele, dos seus amigos, do seu partido e do seu governo. Portanto, um tipo porreiro para a namorada, as amigas de colégio da namorada, a família, os que almoçam com ele, os que foram ou ambicionam ser seus ministros, secretários de estado, deputados, directores gerais ou regionais, administradores pelo Estado, frequentadores assíduos da sede do Rato, os que andaram com ele na escola e na jota, até os seus vizinhos de aldeia que votam no seu partido. Mas insano e insanável para tudo o resto, o país. Há que devolver Sócrates aos que dele gostam ou dele necessitam, os deserdados da cidadania republicana. Isto, não mais nem menos que isto, não vindo à colação a pretensa e invocada legitimidade de uma eleição assente em votos obtidos pela eventual batota prévia na hipótese de mentira que não se quer deslindar porque no apurar é que está o crime. Exagero? Provável, mas culpa de um governante que me transformou, sendo eu um cidadão reformista de perfil social-democrata, através da visão espantada e aterrada desta sua entrevista, a mais reveladora, de masoquista voluntário em sádico político militante. Hoje, não tenho dúvidas: o problema político (logo: social, económico e cultural) número um do país, está identificado, chama-se Sócrates.    

 

Publicado por João Tunes às 23:52
Link do post | Comentar | Ver comentários (2)

5

 

Diz que é uma espécie de hooligan. Mas esqueceu-se que, tendo dado 5 ao Braga, ainda está a 5 do Braga.
Publicado por João Tunes às 11:39
Link do post | Comentar

Para não dizerem que não falo de tomates

 

Falo, sim. Aqui.

 

Publicado por João Tunes às 00:49
Link do post | Comentar

Só dá raiva que a via da reconciliação tenha vindo através da tragédia

 

Ferreira Fernandes no DN:
 
Aquele nosso Portugal tem nome próprio, aqueles nossos portugueses têm um nome particular, uma fala particular, aquela nossa bela cidade tem nome - mas hoje só me apetece dizer o essencial: estou a falar de nós.

 

Publicado por João Tunes às 00:37
Link do post | Comentar
Domingo, 21 de Fevereiro de 2010

Contra Garzón, os ódios marcham

 

Que a justiça não é um campo neutro, aqui e em qualquer lugar, confirma-o a iniciativa em marcha da parte da magistratura espanhola herdada do franquismo contra o juiz Baltasar Garzón. As suas iniciativas visando o julgamento do ditador chileno Augusto Pinochet fizeram abrir as hostilidades da parte das opiniões da direita internacional contra Garzón. Depois, o seu combate judicial contra os pistoleiros da ETA, abriu desagrados entre a esquerda cúmplice dos terrorismos. Uns e outros encontraram um argumento comum para tentarem fragilizar o prestígio e a idoneidade do juiz incómodo, o de que Garzón fugia da condenação dos crimes do franquismo. Quando Baltasar Garzón “encaixou” esta crítica e pretendeu dar uma mão de justiça e reparação (a possível) às vítimas do franquismo, caiu-lhe em cima o Carmo e a Trindade dos ressentimentos acumulados e aliados. E agora, pela via de formalismos judicialistas, num somar de ódios, Garzón é acossado por ter ousado, na Espanha democrática, tentar condenar o franquismo (!).
 

(ler aqui o manifesto de apoio a Baltasar Garzón subscrito por diversos intelectuais)

 

Publicado por João Tunes às 23:26
Link do post | Comentar
Sábado, 20 de Fevereiro de 2010

Nobre é o spam quando vem da Causa Monárquica

 

Recebi por mail, suponho que com a real concordância de D. Duarte de Bragança, o seguinte Comunicado do Instituto da Democracia Portuguesa a que o pretendente ao trono e o Dr. Fernando Nobre pertencem como dirigentes:
Assinala o IDP- Instituto da Democracia Portuguesa, que o Dr. Fernando Nobre, seu Presidente da Assembleia Geral, se apresenta, hoje, solenemente, como candidato à mais alta magistratura do País.
Reconhecendo, tal como a maioria dos portugueses, neste acto de grande generosidade e entrega ao País, um sinal de vitalidade da sociedade civil num quadro de desafios que temos vindo a assinalar, destaca o IDP, como factor positivo e de esperança, esta corajosa atitude de cidadania para ultrapassar os difíceis obstáculos que, como comunidade, temos pela frente .
 
19 de Fevereiro de 2010

Cordialmente

Instituto da Democracia Portuguesa 
Departamento de Comunicação

 

Publicado por João Tunes às 17:09
Link do post | Comentar | Ver comentários (3)
Sexta-feira, 19 de Fevereiro de 2010

A marca de Figo

 

A malta do Barça topou-o e crismou-o. Foram injustos ou premonitórios?

Publicado por João Tunes às 22:08
Link do post | Comentar | Ver comentários (4)

Os amantes retardados do livrinho vermelho

 

Assim escrevem os do “Avante”:
 

O presidente norte-americano recebe hoje, na Casa Branca, o chamado líder espiritual tibetano Dalai Lama. O encontro de Barack Obama com o defensor da secessão daquele território face à China motivou fortes protestos da parte do governo da República Popular, que pediu aos EUA que cumpram o compromisso de reconhecerem o Tibete como parte integrante da China.
Não obstante, o governo norte-americano justificou o encontro oficial argumentando que o Dalai Lama é «um líder religioso respeitado em todo o mundo», acrescentando, em jeito de provocação, que é igualmente «um porta-voz na luta pelos direitos dos tibetanos».
A tensão entre a China e os EUA tem vindo a avolumar-se nas últimas semanas. Primeiro foi o diferendo em torno do controle da Internet, com os EUA a usarem a actividade da Google na China como arma de arremesso.

 

Publicado por João Tunes às 21:41
Link do post | Comentar | Ver comentários (1)

Garantem que não deitaram pó ou umas folhinhas no buffet do eurodeputado Vital no hotel de Bogotá?

 

“Um sistema constitucional em funcionamento regular, com liberdades públicas sem restrições indevidas, com um sistema judicial independente e sólido e uma sociedade civil vibrante e criativa” na … Colômbia? Francamente, professor doutor Vital. Até parece relatório dos tempos idos de funcionários do PCP enviados em férias ou missões a países do “socialismo real”.
 
Volto a Bogotá, desta vez numa missão do grupo socialista no Parlamento Europeu. E após um intensivo programa de reuniões com embaixadores, governantes, sindicalistas, empresários, ONGs, universitários, confirmo inteiramente a impressão que a minha visita anterior, dessa vez como professor universitário, me tinha deixado, a saber, a injustiça da percepção negativa que se tem da Colômbia na Europa e o respeito que merece um país que, depois de anos e anos de acção criminosa e de desestabilização institucional da guerrilha e dos "paramilitares" e agora das máfias do narcotráfico, consegue manter um sistema constitucional em funcionamento regular, com liberdades públicas sem restrições indevidas, com um sistema judicial independente e sólido e uma sociedade civil vibrante e criativa.

 

Publicado por João Tunes às 14:51
Link do post | Comentar

Ricardo Araújo Pereira que se cuide da concorrência, Sócrates imita-o cada vez melhor quando imita Sócrates e já falta pouco para procurar outro emprego

Publicado por João Tunes às 00:31
Link do post | Comentar
Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2010

Porca miséria

 

Há quem goste de ter a vida oratória facilitada infantilizando os outros. São os deprimidos por medo à substância e que se umbigam assim:
 
Eu também mereço ir à Comissão de Ética. É que também falei ao telemóvel, andei a fazer comentários acerca disto e daquilo e até insinuei sobre as escutas e outras coisas mais. Depois de tanto falar não me parece justo que ninguém tenha interesse em ouvir o que tenho para dizer sobre estas matérias.

 

Publicado por João Tunes às 00:51
Link do post | Comentar
liuxiaobo.jpg

j.tunes@sapo.pt


. 4 seguidores

João Tunes

Pesquisar neste blog

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Nas cavernas da arqueolog...

O eterno Rossellini.

Um esforço desamparado

Pelas entranhas pútridas ...

O hino

Sartre & Beauvoir, Beauvo...

Os últimos anos de Sartre...

Muito talento em obra pós...

Feminismo e livros

Viajando pela agonia do c...

Arquivos

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Junho 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Links:

blogs SAPO