Sábado, 28 de Fevereiro de 2009

QUEM SABE NÃO ESQUECE

 

A história do estoniano Herman Simm (na foto) é um caso que ilustra a profundidade e resistência da rede tecida durante muitas décadas pela espionagem e contra-espionagem soviética (e que coordenava e comandava as das “democracias populares”) e que era um suporte essencial do campo do “socialismo real”. O caso Simm confirma que esse enorme polvo continua a mexer os seus tentáculos, reactivando antigas cumplicidades e recrutamentos. Que Putin, antigo oficial do KGB, saiba mexer estes velhos cordelinhos agora ao serviço dos interesses russos não espanta pois não haverá, em todo o mundo, um chefe de governo tão bem preparado na arte dos serviços secretos e tão ciente da sua importância.

 

Publicado por João Tunes às 00:24
Link do post | Comentar
Sexta-feira, 27 de Fevereiro de 2009

PROVÉRBIO LOW COST

 

Quem vai voar alivia-se em terra.

 

Publicado por João Tunes às 23:49
Link do post | Comentar | Ver comentários (2)

CULTURA E INTERNET

 

Pode parecer uma afirmação radical, até modista, a de Jesús Mosterín (na foto), filósofo e professor de Filosofia, inserida no seu livro “La cultura humana”:
 
“A Internet é a salvação perante as tentativas de controlar a cultura, por ser um espaço livre de pressões e interesses de qualquer tipo”.
 
Mas, a favor de Mosterín, abona, pelo menos, a evidência de que quem pior lida com a Internet, mais a detesta e se assusta com ela, são não só todas as ditaduras como os autocratas do conformismo de todo o tipo. Ou seja, os que convivem mal com a liberdade, chefes de esquadra ou nem isso. Claro que a Internet não faz de um boçal uma pessoa culta mas limita, e de que forma, o poder dos boçais.
 
(ler aqui artigo sobre o livro de Mosterín)

 

Publicado por João Tunes às 15:24
Link do post | Comentar | Ver comentários (7)

HORROR À ESPERA DE MONTEIRO GODOT

 

Parece tirado do “Avante”, mas não é:
 
Mas seria de esperar que mesmo com o PS existiriam mínimos. Mínimos de qualidade e de credibilidade. Já não falo sequer da subjectividade das decisões, sempre e eternamente discutíveis felizmente, desde que vivamos em liberdade e sem medo. Sem medo de ninguém, muito menos de Sócrates, era só o que faltava….
 
Mas o PS ultrapassa tudo o que de mau é possível, em abstracto, prever.

 

Publicado por João Tunes às 14:51
Link do post | Comentar | Ver comentários (2)

SE O LOUÇÃ OU O JERÓNIMO SABEM, EXIGEM QUE SE SOBRE-TAXE O VIEGAS

 

Confessar-se burguês, ainda por cima usando um “nós” que identifica um membro satisfeito de uma classe, é arriscado no tempo que corre, o de caça aos ricos, burgueses e malteses.
 
O Francisco José Viegas que meça bem no que se mete ao denunciar-se assim:
 

A arquitectura não serve apenas para ser vista – mas para ser vivida e habitada. Nós, burgueses, traímos a arte com grande facilidade, em nome do conforto. Mas reconhecemo-la sem favor: Siza é um dos nomes do Olimpo.

 

Publicado por João Tunes às 14:34
Link do post | Comentar
Quinta-feira, 26 de Fevereiro de 2009

MAIS UM PRÉMIO DE NOSSO CONTENTAMENTO

 

Foi atribuído a Siza Vieira mais um Prémio a juntar aos muitos que já o distinguiram e que o colocam entre a nata da arquitectura mundial. Por ser “mais um prémio”, este atribuído pelo Instituto Real dos Arquitectos Britânicos corre o risco de passar por uma banalidade dourada. Mas banal não é esta oportunidade de nos revermos neste português de eleição que, pelo traço, desenha talento em várias partes do mundo e confirmando que não estamos condenados a só pendurar bandeirinhas numa sempre a mesma habilidade. Assim se quisesse.

 

Publicado por João Tunes às 22:22
Link do post | Comentar

ANTES TARDE QUE NUNCA

 

Pode ser mero recuo táctico, mas, pelo menos, mostra o efeito da força da indignação.

 

Publicado por João Tunes às 21:38
Link do post | Comentar
Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009

PRAGA, HÁ 40 ANOS

 

Os sacrifícios de Jan Palach e Jan Zajic são, muito oportunamente, lembrados aqui por Osvaldo Castro.

 

Publicado por João Tunes às 23:36
Link do post | Comentar

UM CANDIDATO A LÍDER COM EXCESSO DE CULTURA PRECOCE

 

É isso, estragaram o Passos Coelho com leituras adiantadas que ainda não eram para a sua idade e quando ainda brincava no “Monopólio” a comprar a Caixa com dinheiro a fingir:
 
Enquanto, nos tenros anos juvenis, eu acompanhava com Tintin, Litle Nemo, Spirit, Lil'Abner e Dick Tracy (e o pior é que ainda acompanho), Passos Coelho mergulhava nas profundezas de Voltaire; enquanto eu me emocionava com as viagens de Gulliver e de Nils Holgersson, ele reflectia sobre "A fenomenologia do ser", de Sartre. E não adianta Pacheco Pereira desenganar-me dizendo que Sartre nunca escreveu tal obra, porque eu também a li. "Mais tarde", como Pedro Passos Coelho fez com Kafka, mas li. A "A fenomenologia do ser" e "As mãos e os frutos" (ou seria "As mãos sujas"?); é, se não me engano, onde Sartre "problematiza" a privatização das caixas gerais de depósitos.
 
(Manuel António Pina, aqui)

 

Publicado por João Tunes às 12:50
Link do post | Comentar | Ver comentários (6)

AGIT-CULT

 

Ao contrário do que já foi opinado por especialistas em Belas Artes convocados a deporem por esses jornais fora, não há défice cultural na PSP que tenha justificado a demanda com apreensão e devolução dos polícias de Braga. Uma vista atenta por jornais e blogues demonstra o contrário. O zelo policial bracarense denotou, antes, ímpeto divulgador nas suas consequências últimas. Tanto que, façam as contas e confirmem, já não deve restar cidadão português, maior ou menor, que, mesmo sem ter posto alguma vez os pés dentro de um museu ou folheado uma colectânea de pintura, não saiba hoje que o “L'origine du monde” é da autoria de Gustave Courbet, tendo apreciado o quadro em vários formatos e qualidade de exposição. Nunca tanto, em tão pouco tempo, se fez pela educação estética em Portugal. Graças, tome nota o Ministro encarregue dos louvores, a três guardas estetas de Braga a mando de um superintendente, ou lá como o chefe daqueles guardas se chama, com vocação pictórica frustrada por desvio para carreira policial. Depois de termos ganho santo por dotes de cura de córnea ulcerada por óleo de fritar, temos agora polícia amiga das Belas Artes e que ainda ensina que até uma vagina se pode pintar. Nós sabemos o que convém e o que queremos, somos é um bocado atabalhoados a fazer as coisas, confiando demasiado na capacidade de improvisação. Mas chegamos lá. E se a via da escola não resulta, há uma esquadra por perto para se gritar "ó da guarda!". Há quanto tempo já é assim?

 

Publicado por João Tunes às 12:20
Link do post | Comentar

A URGÊNCIA DE UMA RECEITA DE LOUREIRO

 

De raspão, entre afazeres mais produtivos, vejo e oiço Vítor Ramalho, um notável socialista que se distingue por preocupações sociais que normalmente se esfumam no costume das quimeras, na SIC-N, a defender uma reunião urgente e imperiosa do Conselho de Estado para apreciar a crise. E fico a pensar nas altas expectativas que Vítor Ramalho deve ter sobre as receitas de Dias Loureiro para debelar finanças difíceis, economia em recessão e desemprego galopante. Aqui e em Porto Rico.  

 

Publicado por João Tunes às 11:02
Link do post | Comentar

AINDA O MISTÉRIO DA RELAÇÃO DA PSP COM O RESPEITINHO

 

A Divisão da PSP de Braga anda a fazer estágio para alguma comissão de substituição por férias dos guardas suíços do Vaticano?

 

Publicado por João Tunes às 00:42
Link do post | Comentar
Terça-feira, 24 de Fevereiro de 2009

INVEJA DE QUEM É POBRETANA

 

Obviamente que há a diferença de várias dimensões mas ler-se que o Instituto Cervantes, no seu plano para 2009, prevê gastar 102,5 milhões de euros na realização de 5.500 actividades de difusão da cultura espanhola em 41 países dos cinco continentes, explica muita coisa se compararmos com o franciscanismo das ambições permitidas ao nosso Instituto Camões.

 

Publicado por João Tunes às 23:45
Link do post | Comentar

BOA NOTÍCIA

 

Contrariamente à hipótese que coloquei, Richard Williamson (na foto, quando saía da Argentina, cumprindo ordem de expulsão) não escolheu a Figueira da Foz para residir. Prevejo que alguns companheiros e amigos que eu cá sei vão passar a dormir mais descansados.

 

Publicado por João Tunes às 23:29
Link do post | Comentar | Ver comentários (8)

ESTE GAJO SE NÃO EXISTISSE TINHA DE SER INVENTADO

 

 

Daqui até aqui:
 
anda um gajo a tentar mostrar aos rabetas aquilo que é bom, a ver se os cura, e a bófia só desajuda, foda-se.

 

Publicado por João Tunes às 22:50
Link do post | Comentar
liuxiaobo.jpg

j.tunes@sapo.pt


João Tunes

Pesquisar neste blog

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Nas cavernas da arqueolog...

O eterno Rossellini.

Um esforço desamparado

Pelas entranhas pútridas ...

O hino

Sartre & Beauvoir, Beauvo...

Os últimos anos de Sartre...

Muito talento em obra pós...

Feminismo e livros

Viajando pela agonia do c...

Arquivos

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Junho 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Links:

blogs SAPO