Domingo, 31 de Agosto de 2008

RETOMA

 

Caminhos da Memória regressa renovado a 1 de Setembro.
Publicado por João Tunes às 23:56
Link do post | Comentar
Sexta-feira, 29 de Agosto de 2008

SOBRE UMA SOCIOLOGIA DE PACOTILHA

 

Se o alto dirigente José Neto, retomando as teses do anarquismo infantil e semi-analfabeto do século XIX, diz que:
 
“O PCP considera o aumento da criminalidade violenta consequência da degradação da situação social e económica do País”
 

então, quem não gama, não assalta, nem dá tiros, é porque não é “vítima da fome” nem “famélico da terra”. Ou seja, em tempo de crise, é um privilegiado. E, se calhar, até se dá ao luxo de ler livros em vez de assaltar uma bomba de gasolina. Então, metam “chips” nos livros e localizem-se, para procedimentos, os que escapam à “degradação da situação social e económica do País” sem contribuírem para o indicador da correspondência automática entre criminalidade violenta e as carências sociais e económicas.

Publicado por João Tunes às 11:58
Link do post | Comentar

O DESENHO COMO ARMA

 

O Museu de História Alemã vai expor uma colecção de desenhos e caricaturas de Arthur Szyk na sua acção pública de propaganda, entre 1939 e 1945, contra o nazismo. Judeu fugido da Polónia após a invasão deste país pelas tropas de Hitler, Szyk (1894-1951) não só escapou aos crematórios do Holocausto como colocou os seus talentos de desenhador e caricaturista ao serviço da denúncia da barbárie nazi. Assim, foi um caso bem conseguido de quem não só se recusou a entrar na fila do matadouro do ódio anti-judaico como, à sua maneira, publicitou a monstruosidade da besta, ajudando a mobilizar a opinião pública para a rejeição da extremofilia nazi. Em tempos em que se avolumam o revisionismo e o negacionismo, é absolutamente oportuna esta revisita ao horror nazi através do lápis de Szyk.
 
(notícia aqui)
Publicado por João Tunes às 00:01
Link do post | Comentar
Quinta-feira, 28 de Agosto de 2008

OBVIAMENTE..

 

Força Obama!

Publicado por João Tunes às 23:33
Link do post | Comentar | Ver comentários (4)

MEDALHAS “PER CAPITA”

 

 

O Daniel procedeu a um curioso e pertinente (re)cálculo dos méritos medalhísticos relativos obtidos pelos países nos JO de Pequim. Em vez da contabilidade oficial bruta por número de medalhas conquistadas, como se o potencial desportivo de meios humanos em todos os países fosse uniforme, o Daniel relacionou o número de medalhas conquistadas com o número de habitantes e de que resultou o seguinte ranking do “top 12” (interessante, sobretudo, constatar como pequenos e muito pequenos países demonstram uma superioridade de capacidade competitiva relativamente aos “gigantes” que oficialmente foram considerados os “mais medalhados”):
 
Jamaica 407,4
2º Eslovenia 248,7
3º Australia 227,7
4º Nueva Zelanda 225,0
5º Noruega 212,7
6º Cuba 212,3
7º Bielorrusia 186,2
8º Mongolia 137,9
9º Georgia 130,4
10º Letonia 130,4
11º Dinamarca 129,6
12º Eslovaquia 113,2
Publicado por João Tunes às 19:53
Link do post | Comentar | Ver comentários (7)

UM “METRO” DE DISTÂNCIA

 

- Qual a distância entre a estatura artística de Maria Keil e a de um ministro da cultura, silencioso quando devia falar?
 
- A do tamanho de uma picareta com um “metro” de envergadura, utilizável para arrancar azulejos de nossa companhia.
Publicado por João Tunes às 19:21
Link do post | Comentar

SE DIFERENTE, JAULA COM ELE

 

Preso por “perigosidade social” relativamente à “normalidade comunista”, o cantor cubano Gorki tem aqui uma apropriada definição:
 
Es un tipo raro, todos lo notan; más raro aún en una sociedad donde el modelo del “hombre nuevo” es la versión, a color, del tonto del aula.
 

Desgostoso deve estar Ruben Carvalho (dou-lhe, com toda a sinceridade, este benefício de suposição) por, assim, não poder contar com Gorki para abrilhantar o naipe artístico da “Festa do Avante”.

 

Publicado por João Tunes às 19:02
Link do post | Comentar
Segunda-feira, 18 de Agosto de 2008

SUBINDO, DESCENDO

 

Está feliz, a Yoani. Já não era sem tempo. Agora vai ter um elevador novo que lhe evite subir a pé os duzentos e trinta degraus que lhe separam a casa da rua. O pior é que, não havendo bem que não traga mal, o marido de Yoani vai perder o hobby com que compensava o desemprego como jornalista por ser dissonante do marxismo-leninismo à cubana.

 

Publicado por João Tunes às 12:11
Link do post | Comentar | Ver comentários (2)

A PRATA DO NOSSO CONTENTAMENTO

 

Só é segundo quem tudo fez para ser primeiro. Parabéns, Vanessa.
 
Adenda: E, é claro, parabéns também para os igualmente (bem) medalhados Nelson e Di Maria. Mas, da prestação portuguesa, fica o nosso genuíno retrato desportivo que não anda longe do resto, do essencial: um país com muito poucos casos de sucesso e uma longa fila de condenados à mediocridade da vulgaridade.  

 

Publicado por João Tunes às 11:49
Link do post | Comentar | Ver comentários (2)

GRATIDÃO FRENTE AO ORGULHO

 

Não, esta não é do César das Neves:
 
como seres sociais e criaturas de Deus que somos, só com gratidão nos é possível viver plenamente. Gratos pelas pequenas e grandes coisas que nos acontecem e que em tão pouco verdadeiramente dependeram de nós: um amigo que nos telefona, uma gracinha duma criança, uma árvore cheia de pardais ao fim duma tarde de Verão. Gratos por uma noite bem dormida, o ordenado ao fim do mês, ou por alguma paz que há tantos anos desfrutamos neste recanto do mundo. Gratos para com os nossos amigos, familiares ou vizinhos com quem somos comunidade e somos gente. Finalmente, a gratidão de nada serve se não for afirmada, demonstrada, soletrada... contra o orgulho que sempre nos ameaça apoucar.
Publicado por João Tunes às 11:36
Link do post | Comentar

PARÁGRAFOS SOBRE ONDE O VERÃO É QUENTE

 

Se me dão licença, selecciono este, com prémio do post mais pio:
 
Afinal, quando dois malfeitores lutam entre si, fará sentido expressar solidariedade por algum deles? Pela minha parte, a solidariedade vai apenas para os civis inocentes apanhados no meio do conflito.
 
E mais este, mas para prémio do post com maior cinismo geoestratégico:
 
Há quem proteste contra a intervenção da Rússia em resposta à aventureira ofensiva da Geórgia contra a região separatista da Ossétia do Sul. Mas o que diriam se a Sérvia recorresse a uma demencial intervenção militar para tentar recuperar o Kosovo pela força?

 

Publicado por João Tunes às 11:20
Link do post | Comentar
Domingo, 17 de Agosto de 2008

FELIZ ANIVERSÁRIO, SR. DE NIRO

 

Completa hoje 65 anos, aquele que considero ter sido o melhor aluno do Actor’s Studio. Parabéns e boa sorte na sua nova carreira anunciada, a da realização.

 

Publicado por João Tunes às 23:57
Link do post | Comentar

BLOGO-VISITA

 

Em intermitências veraneantes, o que melhor se suporta é um post sobre caravanas, excursões e evasões (ou invasões). Felizmente, encontrei-o aqui.

Publicado por João Tunes às 12:14
Link do post | Comentar
Terça-feira, 12 de Agosto de 2008

INTERMITÊNCIAS DE AGOSTO

     

 

Entro em intermitências próprias do mês, reduzindo a escrita a eventuais salpicos. Quando regressar à rotina, este blogue comemora o quinto ano de vida, sempre na imensa frustração de nunca ter hipóteses de ser lido pelo Miguel Sousa Tavares. Mas eu não desisto, porque acredito que não há ser humano que não mude. Então, até de vez em quando.

 

Publicado por João Tunes às 14:44
Link do post | Comentar | Ver comentários (3)

OXALÁ

 

Agora, dos Jogos Olímpicos só espero que os portugueses não venham de lá sem uma ou duas medalhas (três seria uma festa) para que o ânimo nacional não esmoreça abaixo da linha zero e Laurentino Dias, em defesa da sua honra, não apresente o seu pedido de demissão. Isto se a arbitragem não nos prejudicar, como reclamou a judoca Telma.
 

Mas, dos Jogos, ficará para sempre eternizada, por estas bandas, com ou sem medalhas penduradas nos pescoços dos atletas portugueses, a alegria babada dos sinófilos de ocasião perante o esplendor da cerimónia de abertura (e que se deve repetir com a de encerramento, presumo). Pareceram-me os maoístas de 74 e 75, perante as cores vivas, massificadas, compassadas e sincronizadas da Ópera de Pequim de então, prenhes que estavam de radicalismo pequeno-burguês de fachada socialista. Ou, então, os germanófilos dos anos trinta perante o génio estético de Leni Rienfensthal. As paixões de ocasião, sobretudo as de Verão, dão sempre em loucos arrebatamentos. Porque são breves, sendo intensas enquanto duram. A seguir aos Jogos de Berlim de 1936, tivemos uma guerra mundial, quando o “ninho de pássaro” fechar as portas, espera-se que só tenhamos, do mal o menos, o regresso ao mercado global e à formidável competitividade do capitalismo selvagem que não conhece direitos humanos e quanto aos cívicos, menos ainda.

 

Adenda: E para agrado do , acrescento um final de post a condizer com o título: Alá Akbar!

[nota: tudo porque morando perto de Almada, se passa por Alcácer do Sal quando se vai para o Algarve, podendo ou não almoçar-se em Aljustrel, em Aljezur ou em Alcoutim; indo para norte, certo passarmos rente a Alenquer, Almeirim, Alpiarça e Alcobaça; ou seja, como diria um genuíno portista, em terra de mouros, sê mouro (o que só não é agradável quando temos, vezes demais, que ser mouros de trabalho).]

 

Publicado por João Tunes às 12:16
Link do post | Comentar | Ver comentários (1)
liuxiaobo.jpg

j.tunes@sapo.pt


. 4 seguidores

João Tunes

Pesquisar neste blog

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Nas cavernas da arqueolog...

O eterno Rossellini.

Um esforço desamparado

Pelas entranhas pútridas ...

O hino

Sartre & Beauvoir, Beauvo...

Os últimos anos de Sartre...

Muito talento em obra pós...

Feminismo e livros

Viajando pela agonia do c...

Arquivos

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Junho 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Links:

blogs SAPO