Terça-feira, 25 de Janeiro de 2011

Descendo às trevas do socratismo profundo

17589_600

 

 

Interessante a leitura do futuro político próximo feita pelo Zé Albergaria:

José Sócrates só se interessa pelo poder "real", executivo, para fazer coisas: o Governo.
Quando arrebatou o PS, por desistência de Ferro Rodrigues, o "meu" SG, tinha isso muito claro.
Contudo no processo eleitoral apercebeu-se (recordem-se que Sócrates disputa, pela primeira vez, o cargo de SG, contra quem?: contra João Soares, pela primeira vez apoiado publicamente pelo pai e contra Manuel Alegre...).
O eng.º logo percebeu que precisava, se queria controlar o PS, "matar" os "soaristas" e os "alegristas".
Como o fez? Hoje já estamos no domínio da história. Já temos respostas objectivas.
Em 2006, contra muita gente, apoiou Mário Soares para disputar a presidência a Cavaco Silva.
Nesse mês de Janeiro enterrou, em definitivo, o "soarismo".
Comprou João Soares com cargos de prestígio, mundo fora.
Desde 2008 que está Presidente da Assembleia Parlamentar da poderosa OSCE, Organização para a Segurança e Cooperação na Europa. Nestas eleições, de 2011, João Soares apoiou inequivocamente Manuel Alegre. A sua irmã Isabel Soares apoiou, inequivocamente, Fernando Nobre. A chamada tendência João Soares, que fazia um almoço por ano e contavam com, entre outros, o edil de Almodôvar, António Saleiro...deixou de jantar.
O pai, Mário Soares, ficou, com a candidatura a Belém em 2006, completamente socratisado.
Leia-se o artigo de hoje e entende-se o apodo.
Alegre, e os alegristas, foram, agora, a 23 de Janeiro de 2011 completamente enterrados.
Os alegristas foram liquidados nas últimas eleições legislativas: nem um integrou as listas, nem o próprio Alegre. O poeta de Águeda trocou isso pela candidatura à presidência em 2011.
Tal como em 2006, Sócrates não só não se empenhou, como não fez nada para contrariar a inércia partidária, nas respectivas campanhas dos seus "candidatos", Soares e, depois, Alegre.
Sócrates não cometeu erro de espécie alguma.
Ao contrário.
Vai ao próximo Congresso do PS e saí, novamente em ombros e SG.
Vai a eleições, se for o caso, antecipadas, contra Passos Coelho e...chama-lhe um figo, até que pode ser algarvio.
Depois, bem depois, temos de alinhar os Presidentes da República, pós 1976 com os governos de então.
Ramalho Eanes não conta.
Mário Soares conviveu e sovou os governos do Professor de Boliqueime, mas este aguentou 10 anos.
Jorge Sampaio conviveu com os governos de Guterres...durante seis anos. Dois anos com Durão/Santana e os restantes já com José Sócrates.
Este leva já cinco anos de "cooperação" com Cavaco Silva...e vai continuar.
O único Presidente atípico neste "desalinho" partidário é mesmo, e só, Jorge Sampaio.
Pode fazer-se leitura mais fina, mais aprimorada, mas o que conta é o que está à vista: Sócrates "escolheu" candidatos para perderem...não para lhe causarem problemas a partir de Belém.
Vai uma aposta: - José Sócrates será Primeiro-Ministro de Portugal até 2013, digo eu, aposto eu.
Porquê? Porque Cavaco Silva ganhou as eleições para mais um mandato de cinco anos.
Então, e só então, ver-se-á o que está em cima da mesa.
O discurso de Pedro Passos Coelho, na noite eleitoral aí está para o ilustrar


(publicado também aqui)

Publicado por João Tunes às 14:43
Link do post | Comentar
liuxiaobo.jpg

j.tunes@sapo.pt


. 4 seguidores

João Tunes

Pesquisar neste blog

Maio 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Nas cavernas da arqueolog...

O eterno Rossellini.

Um esforço desamparado

Pelas entranhas pútridas ...

O hino

Sartre & Beauvoir, Beauvo...

Os últimos anos de Sartre...

Muito talento em obra pós...

Feminismo e livros

Viajando pela agonia do c...

Arquivos

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Junho 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Links:

blogs SAPO